Conheça 10 profissões que não lidam com pessoas o tempo todo

Críticas, trabalho sob pressão, longas jornadas de trabalho e falta de perspectiva profissional são alguns dos gatilhos para uma crise de estresse. É fato que muitas profissões são terreno fértil para que floresçam todos esses itens citados. Outras, no entanto, permitem que seus profissionais sejam menos atingidos por este mal. Estudos baseados nesses fatores teve um resultado impressionante de profissões que oferecem menos estresse aos seus funcionários e, foi publicada uma lista de profissões que pagam relativamente bem para quem quer fugir dessa rotina estressante. Nesse texto temos  algumas das profissões desta lista, bem como informações sobre seus salários no Brasil. Conheça algumas profissões que não lidam com pessoas o tempo todo.

1 – Cientista de materiais

Taxa de estresse: 53 (numa escala de 0 a 100, sendo 100 a mais estressante). Salário médio no Brasil: R$ 6.922,00, com base nas contratações realizadas entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015. Salário médio no Brasil para químicos (físico-química): R$ 3.561,00, com base nas contratações realizadas entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015.

2 – Cientista de alimentos

Taxa de estresse: 55.8 (numa escala de 0 a 100, sendo 100 a mais estressante). Salário médio no Brasil: R$ 6.576,00, com base nas contratações realizadas entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015. Salário médio para químico de alimentos: R$ 3.561,00, com base nas contratações realizadas entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015.

3 – Matemático

Taxa de estresse: 57.3 (numa escala de 0 a 100, sendo 100 a mais estressante). Salário médio no Brasil: R$ 4.255,00, com base nas contratações realizadas entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015.

4 – Geógrafo

Taxa de estresse: 58 (numa escala de 0 a 100, sendo 100 a mais estressante). Salário médio no Brasil: R$3.745,00, com base nas contratações realizadas entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015.

5 – Cientista político

Taxa de estresse: 60,8 (numa escala de 0 a 100, sendo 100 a mais estressante). Salário médio no Brasil: R$ 6.164,00, com base nas contratações realizadas entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015.

6 – Físico

Taxa de estresse: 61,3 (numa escala de 0 a 100, sendo 100 a mais estressante). Salário médio no Brasil: R$ 4.343,00, com base nas contratações realizadas entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015.

7 – Astrônomo

Taxa de estresse: 62.0 (numa escala de 0 a 100, sendo 100 a mais estressante). Salário médio no Brasil: R$ 3.404,00, com base na contratação realizada entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015.

8 – Geofísico

Taxa de estresse: 62,5 (numa escala de 0 a 100, sendo 100 a mais estressante). Salário médio no Brasil: R$ 9.378,00, com base nas contratações realizadas entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015.

9 – Professor de Direito

Taxa de estresse: 62,8 (numa escala de 0 a 100, sendo 100 a mais estressante). Salário médio no Brasil: R$ 2.007,00, com base nas contratações realizadas entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015.

10 – Economista

Taxa de estresse: 63,3 (numa escala de 0 a 100, sendo 100 a mais estressante). Salário médio no Brasil: R$ 4.664,00, com base nas contratações realizadas entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015.