O que é ômega 3?

Já ouviu falar sobre o que é ômega 3 e como ele pode ajudar no ganho de massa muscular? Para quem treina pesado esse é um dos nutrientes que devem estar inclusos na alimentação para auxiliar na regeneração, nutrição e hipertrofia.

Confira aqui neste artigo o que é ômega 3 e como ele pode auxiliar na hipertrofia muscular.

Ômega 3

Ômega 3 são ácidos graxos essenciais para a saúde e crescimento. É composto por gorduras boas consideradas ácidos graxos poli-insaturados, são eles: EPA (ácido eicosapentaenóico) e DHA (ácido docosahexaenoico), responsáveis por garantir os benefícios desse nutriente.

 

Temos como principais fontes de ômega 3 os peixes (arenque, sardinha, tilapia e salmão), chia, vegetais verdes escuros, castanhas, nozes, amendoim, óleo de canola e outros.

 

Podemos obter os níveis adequados de ômega 3 na dieta, através da alimentação. Embora, em alguns casos, ingerir suplementos desse nutriente seja a solução para o consumo de grandes quantidades, a fim de facilitar a ingesta.

O que é hipertrofia muscular?

A hipertrofia muscular é o aumento do volume de massa magra no organismo. Isso ocorre devido o aumento das constituintes funções musculares, sendo a resposta fisiológica da exigência de um maior trabalho muscular por estímulos através de exercícios físicos ou trabalhos pesados.

Benefícios do ômega 3 para hipertrofia muscular

 

Melhora a performance

 

O ômega 3 trás diversos benefícios para hipertrofia muscular, começando pela melhora da performance, pois auxilia na recuperação dos músculos e previne possíveis inflamações  que causam dores e danos musculares, responsáveis por prejudicar o desempenho na realização de exercícios.

 

É um nutriente que contribui para o bom funcionamento do sistema imunológico e previne contra doenças que possam prejudicar o rendimento físico do atleta.

Suplementar a dieta com óleo de peixe ajuda a reduzir a o consumo de oxigênio e batimentos cardíacos durante os exercícios, o que relaxa as vias aéreas e melhora o desempenho em exercícios aeróbicos.

 

Auxilia na regeneração muscular

 

A DMT (Dor Muscular Tardia) acontece após 24 horas do treino, por causa das microlesões que ocasionam a inflamação. Essas dores são mais comuns em pessoas sedentárias que estão no início das atividades ou pessoas que desrespeitam os princípios de um treino elaborado especificamente para o seu biotipo e objetivo.

 

A dor muscular diminui o desempenho físico e capacidade de força muscular, pois os músculos lesionados são incapazes de atingir a exaustão máxima que contribui para o ganho de massa magra. Mas, a recuperação ocorrer naturalmente de forma gradual ao longo dos dias, onde o músculo se recupera e podemos utilizar sua força total.

 

O ômega 3 contribui para a regeneração dos músculos, pois ajudam a reduzir a liberação de proteínas em fase aguda (responsáveis por causar inflamação).

Além disso, o processo de regeneração é essencial para ter ganhos na hipertrofia muscular.

 

Esses dois benefícios são os mais importantes, pois contribuem de forma positiva para a renovação celular, ganho de massa, metabolismo de proteínas, melhora no desempenho e aptidão física, além de saciar a fome e complementar as taxas de gorduras saudáveis na dieta de um atleta.

Leave a Reply

Your email address will not be published.